Nova estrutura de ficheiro SAF-T 2017
Nova estrutura de ficheiro SAF-T 2017

Nova estrutura de ficheiro SAF-T 2017

A nova estrutura do ficheiro SAF-T (PT) decorre da publicação da Portaria n.º 302/2016, de 2 de dezembro, a qual que veio introduzir alterações ao formato do ficheiro SAF-T (PT) e alterar o âmbito da Portaria n.º 321-A/2007 (estrutura geral dos dados do ficheiro) de forma a recolher e uniformizar mais informação.

Como consequência destas alterações, os documentos do tipo Working Documents passam a ter obrigatoriamente uma designação fiscal preenchida e a ser exportados para o SAF-T de auditoria.

As alterações à estrutura do ficheiro SAF-T (PT) são obrigatórias para todos os clientes que se encontrem obrigados a gerar o ficheiro SAF-T (PT).

Destacam-se as principais alterações:

• Taxas de IVA isentas – Passa a ser obrigatório preencher o código de isenção para as Taxas de IVA isentas.

• Inclusão de números de série – Passam a ser exportados os números de série presentes nos documentos para o SAF-T.

• Taxas de câmbio – Quando são utilizadas mais do que uma moeda, passa a ser obrigatório indicar/exportar as taxas de câmbio.

• Montante do desconto – Passa a ser obrigatório indicar o montante do desconto quando efetuado e exportá-lo para o SAF-T.


Parceiros
Primavera
Sage
wintouch
SysDev
Certificações
APCER DGERT